...
Pular para o conteúdo

Salário mínimo para 2023 – Veja a previsão após o ajuste

O salário mínimo para 2023 pode diminuir em R$10,00 segundo anunciado pelo Ministério da Economia.

A base para determinar esse valor é o INPC (índice nacional de preços ao consumidor).

A proposta encaminhada ao governo seria de R$:1302,00. Porém, com relatório de projeção do Boletim Macrofiscal, divulgado na quinta-feira (15), estimou queda do INPC para 6,54%, ante 7,41% no último documento.

A medida impacta no cálculo do salário mínimo. O salário mínimo então, ao invés de R$:1302,00 seria no valor de R$:1292,00.

A Constituição estabelece que o reajuste do salário mínimo não pode ser inferior à inflação do ano anterior.

Se durante o ano de 2022 o acumulado da inflação for diferente da estimativa feita, o governo deverá rever o cálculo e o valor deve ser anunciado até o fim do ano.

Este será o quarto ano sem aumento real do salário mínimo, ou seja, sem elevação acima da inflação. Desde a pandemia, em 2020 foi concedido reajuste somente com base na inflação, sem um aumento real do salário.

Salário mínimo nos últimos dez anos

Veja abaixo o reajuste dos últimos dez anos do salário mínimo:

salario-minimo-2023

Assim, o G1 destacou as principais falas políticas da candidatos a presidência no que diz respeito ao salário mínimo para o próximo ano:

Ciro Gomes (PDT) afirmou em rede social, em fevereiro, que reajustar o salário-mínimo acima da inflação é fundamental. “Não dá pra admitir tantos anos sem um aumento real. O Brasil tem hoje o segundo pior salário-mínimo entre os 35 países membros da OCDE, perdendo só para o México”, declarou.

A gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL) não tem trabalhado com valorização real (acima da inflação) do salário mínimo, devido ao impacto nas contas públicas. O último aumento acima da inflação aconteceu em 2019.

Em seu plano de governo, o candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defende reestabelecer uma política para valorizar o salário mínimo para recuperar o “poder de compra de trabalhadores, trabalhadoras, e dos beneficiários e beneficiárias de políticas previdenciárias e assistenciais”.

Simone Tebet (MDB) afirmou em julho que é possível dar aumento real para o salário mínimo, ou seja, acima da inflação. Mas, destacou que é importante ter responsabilidade, atentando para o momento vivido no Brasil de fragilidade das contas públicas.

Por Sally. Leia mais sobre finanças e renda extra clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × três =

×